sexta-feira, 17 de abril de 2009

Filme Sociedade dos poetas mortos

Sociedade dos Poetas Mortos

http://cinematemperado.files.wordpress.com/2009/01/sociedade-dos-poetas-mortos-poster01.jpg



No filme, Sociedade dos poetas mortos, são mostrados a importância dos sentimentos humanos que superam quaisquer imposições sociais, é o íntimo de cada pessoa sendo mais valorizado que as regras impostas pelo coletivo, é a quebra para a renovação. Entretanto, a aparente quebra de regras, mostradas como sendo o eixo central da trama, se contradiz com a própria formação da Sociedade dos Poetas Mortos, onde todos têm que ler poemas, produzir versos, reunir-se em horários definidos, entre outras, para se tornarem mebros efetivos. A Sociedade referencia poemas de autores renomados e dos próprio personagens, como sendo renovadores e estimuladores de ações e pensamentos.


http://2.bp.blogspot.com/_cPzjNsBS-F8/Rk9OLqXmgDI/AAAAAAAAAJU/1R-W__DzUJ0/s400/sociedade-dos-poetas-mortos08.jpg


O drama é muito bem construído, com imagens fortes que retiram dos atores os sentimentos que precisavam se mostrar encobertos. Robin Williams, como é de praxe, submete os pensamentos dos espectadores a uma introspecção e auto valorização humana. A escolha de uma instituição preparatória ortodoxa foi muito bem explorada, já que, tradicionalmente, os pensamentos acerca de um local como este remete a todos a um ambiente fechado, com regimentos fortes e invioláveis, truculento e altamente insensível com o ser humano. Todos estão alí pela instituição, que dá em troca a sustentação necessária para sobreviver no mundo cada vez mais individualista."





http://3.bp.blogspot.com/_DijL_ckuCu4/RstBOsMbVhI/AAAAAAAAAEI/eJto8_Hf8oE/s400/carpe+diem.jpg


A sociedade dos poetas mortos
Continua viva, continuam...
Transformando palavras em vida
Dentro ou fora da velha gruta


Ditando suas frases em voz alta
Expondo seus sentimentos em público
Provando que suas almas são claras,
Fortes, ricos e únicos.


Nem ontem, nem amanhã, é o agora
Falam de amor, sonhos e pesadelos
Não importa o local, nem as horas
A sua função é viver escrevendo


Rascunhos se transformam em ouro
Nos papéis ou nas paredes de banheiro
No vestido de seda, na jaqueta de couro
Cada um com seu estilo e todos com seu tesouro!

"CARPE DIEM!!!"
(Aproveite o dia!!)







Nenhum comentário:

Postar um comentário